Na manhã da última quinta- feira (20), a equipe da Fundação Imepen, acompanhada da referência técnica do Hiperdia, Marília La Gatta, esteve no Município de Matias Barbosa para a visita técnica onde foram explicados o funcionamento do programa, os critérios de encaminhamento, a marcação de consultas, atendimento, entre outros. Em média 20 pessoas participaram da reunião, dentre elas enfermeiros, agentes de saúde e médicos, em sua maioria do próprio município.

Muitas dúvidas específicas sobre a Doença Renal Crônica, Hipertensão e Diabetes foram apontadas durante a apresentação. Mas o destaque foi a carteira de especialidades do Hiperdia que complementa de forma decisiva o trabalho da Atenção Primária à Saúde.

“O Hiperdia é muito importante para o paciente porque eles ficam com uma segurança de especialidades. Então esse doente é apoiado pelo Município e pela Atenção Primária, mas é no Hiperdia que o tratamento fica mais pontual para cada tipo de patologia”. Afirma  Adriana Rodrigues, enfermeira do Município de Simão Pereira.

Para Priscila Ribeiro Biscoto, enfermeira de Matias Barbosa, os municípios que tem uma população menor são os mais beneficiados pelo Programa.

“O Hiperdia é executado de forma perfeita. Somos de um município menor onde não temos especialistas para atender os pacientes. No Hiperdia, a pessoa que está numa situação crônica de saúde pode ser assistida no seu todo, nas suas necessidades.” Completa.

 

comunicado-oficial-covid19-imepen

You have Successfully Subscribed!