Para ser atendido no Centro Hiperdia o paciente deve ser encaminhado pelo médico da atenção primária e se enquadrar aos critérios listados abaixo.

Hipertensão Arterial

1. Hipertensão arterial: Caracterizada pela ausência de resposta ao uso concomitante de três ou mais medicações antihipertensivas prescritas em doses farmacologicamente eficazes.

2. Hipertensão arterial associada com lesão de órgãos alvos:

  • Coração: Hipertrofia de ventrículo esquerdo, angina ou revascularização miocárdica prévia, ou insuficiência cardíaca;
  • Cérebro: Ataque isquêmico transitório ou AVC;
  • Doença renal crônica;
  • Doença vascular periférica;
  • Retinopatia hipertensiva: Cruzamento AV patológico, hemorragias, exudatos e edema de papila.

3. Suspeita de Hipertensão Arterial Secundária

Diabetes Mellitus
  • DM1: Todo paciente poderá ser encaminhado;
  • DM2: Pacientes insulinizados que não atinjam controle metabólico, independente da insulina que estejam utilizando;
  • Pacientes utilizando doses máximas de hipoglicemiante oral e não atinjam metas glicêmicas e que a insulinização não foi possível de ser realizada na atenção primária;
  • Pacientes com DM2 recém diagnosticado com indicação de insulinização (acima de 300 mg/dl) e que possa ser insulinizado na APS.

Doença Renal Crônica

  1. Perda anual da filtração glomerular estimada (∆FGe) ≥ 5mL/min/ano (Fge inicial – Fge final/ número de meses de observação x 12);
  2. Proteinúria >1,0 g/dia ou proteinúria < 1,0 g/dia mais hematúria;
  3. Estágios 3B, 4 e 5 ou 1, 2 e 3Acom uma ou mais das alterações anteriores;
  4. Pacientes que apresentarem aumento abrupto de ≥ 30% da creatinina sérica ou diminuição de 25% da filtração glomerular estimada ao iniciarem alguma medicação que bloqueio eixo renina-angiotensina-aldosterona.